NotÍcias

Imprimir esta matéria Enviar para um amigo Ver todas as matérias

A UBC e o gospel

Publicado em 28-04-2009

Silvio Essinger / Revista da UBC

Tags: mercado gospel  

A Revista da UBC (com o maestro Villa-Lobos na capa) destaca o sucesso da música gospel e cita a EFRATA MUSIC

Um estilo musical em crescimento constante que tem tocado pessoas e vem conquistando gerações. Música que vende milhões de discos, que ocupa programações inteiras de rádios, que chama a atenção pela quantidade de eventos pelo Brasil afora e que responde por uma fatia significativa – e crescente – do mercado brasileiro: esse é o Gospel, a música de louvor a Deus, expressão artística da fé evangélica que hoje conta com inúmeros adoradores, alguns muito bem-sucedidos, totalmente estabelecidos, com suas produções de caráter independente e alto profissionalismo. Encabeçado por nomes como os dos irmãos Valadão do Ministério de Louvor Diante do Trono, da pastora Ludmila Ferber, do pastor Marcos Góes, do cantor Régis Danese (que, graças ao sucesso da música “Faz um milagre em mim”, vendeu um milhão de cópias do álbum Compromisso) e das cantoras Aline Barros, Soraya Moraes (vencedora do Grammy 2008 em três categorias) e Shirley Carvalhaes, o Gospel virou uma referência nacional – da qual, aliás, a União Brasileira de Compositores (UBC) não ficou distante. A família Valadão, Ludmila, Marcos, Shirley, Marco Aurélio, Cláudio Claro, Kades Singers, Renato Suhett, Tony Sabetta e vários outros adoradores são representados pela UBC, bem como a gravadora Line Records (uma das maiores arrecadadoras do segmento em termos de execução pública) e as editoras MC Edição e Distribuição e Efrata Music.

Hoje, o Gospel representa um dos grandes repertórios em termos de arrecadação e distribuição do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD), informa Rafael Andrade, representante do departamento Artístico & Repertório da entidade.

“Estamos cada vez mais focados nesse segmento, que é o que mais cresce no Brasil, tanto em execução quanto no surgimento de novos adoradores e ministérios, diz Rafael. “E boa parte dos executantes paga os seus direitos – até mesmo as rádios comunitárias.” Os números do setor Gospel não param de se multiplicar.

Realizado em janeiro de 2009, em Vila Velha – ES, a mais recente edição do Jesus Vida Verão (o maior evento gospel de praia do país) teve o recorde de público dos dezoito anos do festival: mais de 90 mil pessoas se reuniram na areia para ver os shows de David Quinlan e do irmão Lázaro. Em outra noite do Jesus Vida Verão, mais de 70 mil pessoas compareceram para participar da gravação do CD e do DVD do pastor André Valadão – um dos lançamentos mais aguardados da música Gospel em 2009. O momento mais marcante do espetáculo foi quando André cantou “Eu nasci de novo” acompanhado das irmãs Ana Paula e Mariana – era a primeira vez que os três gravavam juntos. Ana Paula, por sinal, é líder e compositora de alguns dos maiores sucessos do Ministério de Louvor Diante do Trono (“Preciso de ti”, “Águas purificadoras”, “Manancial”, “Tempo de festa” etc). O grupo também detém alguns importantes feitos no mundo Gospel. Em 2002, reuniu um milhão de fiéis de todo o país na frente do Congresso Nacional, em Brasília, para o show de gravação do disco Nos braços do Pai. No ano seguinte, para o disco Quero me apaixonar, foram 2 milhões de pessoas reunidas no Campo de Marte, em São Paulo.

Segundo Rafael Andrade, os objetivos da UBC com o segmento gospel não se diferenciam dos que a entidade mantém com a música secular: “Buscamos uma relação próxima com o titular, agregando o conhecimento para que eles possam interagir cada vez mais com a sociedade e alcançarmos os objetivos comuns por meio da qualidade na gestão.”

O potencial de expansão dos artistas é vasto. O sucesso do pastor Marcos Góes, por exemplo, o levou-o em 2005 a fazer uma turnê nos Estados Unidos. Já Ludmila Ferber gravou seu mais recente CD, Adoração profética 5 – Coragem, no ano passado, durante um show no Parque de Exposições de Salvador, ao qual compareceram mais de 14 mil pessoas. E quem imagina que ela dependeu da estrutura de uma grande gravadora, se engana: ela fez tudo pela sua própria gravadora, a Kairós Music, fundada em 2001. Com as bênçãos de Deus e um trabalho incessante, os evangélicos aumentam a cada dia a sua participação no grande mercado da música popular brasileira.

Comentários

Copyright Efrata Music Editora. Desenvolvido por Universo Produções.

Visite o canal da Efrata Music no YouTube e assista a vídeos exclusivos.