Busca:

MÚsica Gospel

POR ELVIS TAVARES
elvistavares@efratamusic.com.br
Imprimir esta matéria Enviar para um amigo Ver todos as matérias

Dudu França, um talento a serviço de Deus

Publicado em 29-01-2008

Tags:   

Dudu França hoje e, no detalhe, na década de 80

No evangelho segundo Mateus, em seu capítulo 18, versículo 14, há o ensinamento de Jesus Cristo, dentro da parábola da ovelha perdida, que explica não ser da vontade do Pai que nenhum de nós nos percamos do redil divino. Assim, no versículo 13 da mesma parábola, lemos sobre o prazer do Senhor quando há salvação de uma ovelha sua.

Valho-me do prólogo acima para falar da aceitação ao evangelho de José Eduardo França Pontes, nada a mais, nada a menos, que o amigo e cantor Dudu França.

Nascido em São Paulo, Dudu deslanchou na carreira artística à frente do Qual é a música?, de Sílvio Santos, ocasião em que o programa obtinha sucesso nacional na televisão, o que ajudou, certamente, a que Dudu ganhasse o papel de apresentador do programa Vamos nessa, no SBT de SS, em 1981.

A qualidade vocal de Dudu França prescinde de comentários, haja vista que possui uma voz privilegiada e de ricos recursos. DF é uma dessas ovelhas preciosas aos olhos do Senhor, tanto é que seu encontro com Deus iniciou-se durante uma apresentação musical numa festa de aniversário onde os presentes eram evangélicos, percebendo Dudu, o brilho diferente que tinham no olhar. Sua conversão ocorreu durante um evento em comemoração ao Dia dos Pais numa escola evangélica, onde, após cantar, todos oraram por ele.

Dudu França gravou o CD gospel Eu vejo a luz (em cima) e participou do disco de Adriana Maia
O cantor precisava registrar a transformação salvadora ocorrida em sua vida e foi através da gravação do CD Eu vejo a luz, produzido pela Light Records, gravadora particular, que encontrou um meio mais abrangente de dizer para o mundo que Jesus o tinha salvado. O disco é um primor. As músicas passam a emoção de Dudu, mostrando a espiritualidade nas canções que canta.

Destaco, além da faixa-título, a maravilhosa Sou Jesus. Esta música é uma balada que se transforma num autêntico gospel dos negros norte-americanos (negro spiritual). Nela Dudu França reveza-se como intérprete e backing vocal, com uma surpreendente singularidade: todas as vozes são feitas por ele, comprovando o dom da musicalidade que traz dentro de si.

Um parêntese: a mídia evangélica brasileira é pródiga em desperdiçar trabalhos fonográficos bem produzidos, colocando em primeiro lugar o fator financeiro, copiando, negativamente, os patrocinadores do famoso "jabá" do mundo pop musical, executando, à exaustão, nas rádios, cedês de baixa qualidade e sem qualquer inspiração, culminando com uma espécie de osmose em muitos que acabam por adquirir discos ruins nas lojas.

Dudu França, de inglês fluente, com o saudoso maestro Barry White
Estive com Dudu França em 2005, na Igreja Assembléia de Deus de Jacarepaguá, aqui no RJ, quando foi o convidado do evento. Ali Deus visitou a todos numa noite memorável, e Dudu, além de cantar, deu seu comovente testemunho de (re)encontro com seu Criador. Foi justamente nessa ocasião em que este amigo de vocês produzia o CD de Adriana Maia, pela Top Gospel, convidando Dudu França a fazer parte com a cantora na apocalíptica canção Cadê a igreja? O resultado não poderia ser melhor!

Dudu visitou os hit parades das rádios brasileiras com a música Grilo na cuca. Hoje, percebe-se pela nova vida que vive Dudu França que, se havia algum "grilo", ele se foi, dando lugar à presença daquele que é maior do que o que está no mundo.

O cantor é membro da Igreja Videira, em São Paulo.
Elvis Tavares é advogado, pós-graduando em propriedade intelectual pela PUC/RJ, cantor, compositor, produtor, escritor e manager da Efrata Music

Copyright Efrata Music Editora. Desenvolvido por Universo Produções.

Visite o canal da Efrata Music no YouTube e assista a vídeos exclusivos.